Notícias

Ex-aluno do IB/USP é vencedor do prêmio Jean Theodore Lacordaire

bugEx-aluno do IB/USP é vencedor do prêmio Jean Theodore Lacordaire

Caio Antunes de Carvalho foi o vencedor do prêmio Jean Theodore Lacordaire, conferido pela Coleopterists Society, sociedade internacional dedicada ao estudo de besouros.

O prêmio é um reconhecimento dado todos os anos ao autor do melhor estudo, derivado de uma tese de Doutorado, publicado na área de Sistemática e Biologia de Coleoptera no ano anterior ao da premiação.

O estudo, apoiado pela FAPESP, que rendeu a premiação a Caio foi desenvolvido no IB ao longo do seu Doutorado, sob a orientação do prof. Pedro Gnaspini Netto, coautor do artigo: Antunes-Carvalho, C. and Gnaspini, P., 2016. Pretarsus and distal margin of the terminal tarsomere as an unexplored character system for higher‐level classification in Cholevinae (Coleoptera, Leiodidae). Systematic Entomology, 41(2), pp.392-415.

A produção brasileira de etanol

iconoticiaA produção brasileira de etanol

"Uma tecnologia brasileira pode dar uma contribuição decisiva para limitar o aumento da temperatura do Planeta. O Etanol. Ele pode substituir em mais de 13% o petróleo consumido em todo o mundo. E mais, reduzir as emissões de gás carbônico em 5,5% até 2045. Essas estimativas estão num estudo internacional com participação de cientistas brasileiros, publicado recentemente pela revista Nature Climate Change.

Pra isso seria necessário o aumento do cultivo de cana-de-açúcar no Brasil, de cerca de 37 milhões para 116 milhões de hectares. Ainda de acordo com o estudo, não seria necessário usar áreas de preservação ambiental ou as destinadas a produção de alimentos. O Etanol obtido da cana poderia fornecer o equivalente a quase 13 milões de barris de petróleo bruto por dia.

O trabalho também avaliou como a expansão da produção de etanol obtido da cana poderia contribuir para limitar o aumento médio da temperatura global a menos de 2oC pela redução da queima de combustíveis fósseis como a gasolina, conforme o acordo climático firmado por 196 nações em 2015 na cidade de Paris.

O estudo foi uma parceria entre a FAPESP e o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol e realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas, do Instituto de Biociências da USP e da ESALQ com a colaboração de Universidades estrangeiras."

O Prof. Marcos Silveira Buckeridge do Departamento de Botânica do IB/USP e coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tenologia do Bioetanol foi um dos convidados do Programa Panorama da TV Cultura para falar sobre a produção brasileira de etanol.

Leia mais:A...

Esta bióloga está empenhada na melhoria da qualidade de vida

biologaEsta bióloga está empenhada na melhoria da qualidade de vida

"Ao aprofundar pesquisas genéticas em quilombos, a bióloga brasileira Regina Mingroni Netto (CRBio 010238/01-D), 55 anos, revelou processos da miscigenação brasileira e resgatou a história genética de populações afro-brasileiras."
"As descobertas do mapeamento de genes dessa população foram aliadas a um novo trabalho, o de aconselhamento genético, que já é realizado pela cientista na USP com pessoas que sofrem de perda auditiva hereditária. 'Por meio dessa experiência, levamos aos quilombos o mesmo trabalho de informar as pessoas sobre suas doenças, riscos, tratamentos e condutas. Ajudamos, assim, a melhorar a qualidade de vida de todos', conclui."

Leia mais:Esta...