Notícias

Branco pelo lado paterno, negro pelo materno

blackmotherBranco pelo lado paterno, negro pelo materno

Confira a reportagem da Agência FAPESP sobre a história genética de remanescentes de quilombos, comunidades importantes no processo de miscigenação da população brasileira.

"A análise de cromossomos mostrou que cerca de 65% tem origem europeia. No lado materno, a origem é principalmente africana".

Dentre os autores do estudo, publicado no American Journal of Human Biology, destacam-se Lilian Kimura (primeira autora) e os docentes Regina Célia Mingroni Netto e Diogo Meyer, todos do
Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB/USP.

Mutirão

mutiraoVenha comemorar o Dia do Botânico participando do mutirão

"Cuidando do nosso Jardim Edf. Andre Dreyfus"

DATA: 18 de abril

HORÁRIO: as atividades serão feitas em dois turnos: das 9:00 às 12:00h e das 14:00 às 17:00h.

Todos os voluntários serão orientados quanto às atividades a serem realizadas!!

Devido ao número limitado de material de trabalho, pedimos que tragam vassoura velha!

Contamos com a presença de todos.

discutindo a ciência e sua divulgação

discutindodiscutindo a ciência e sua divulgação

Falaram sobre o tema, nos estúdios da Rádio USP, os Profs. Jean Pierre Schatzmann Peron do Instituto de Ciências Biomédicas e Tatiana Teixeira Torres do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB/USP.

Leia mais:discutindo...