BIB-450 - Princípios e técnicas de educação ambiental aplicados à atividade de caminhada em trilha e montanhismo em unidades de conservação é uma matéria optativa condensada da licenciatura e bacharelado da USP e curso de extensão para alunos externos.

A educação ambiental é prevista como uma das atividades-fim das UCs, sendo a caminhada em trilha uma de suas principais formas. É um instrumento valioso, por seu caráter simbólico e lúdico, atraindo uma quantidade enorme de praticantes no mundo todo, de diferentes níveis, com envolvimento pessoal crescente. O curso aborda aspectos conceituais e aplicados, visando uma otimização na utilização deste instrumento, com especial ênfase em sua aplicação como instrumento de ensino transdisciplinar no ensino básico avançado e no ensino médio.

Data: em 2018, possivelmente início de julho

Matrículas: deverão ser feitas em data a ser divulgada em junho de 2018 no formulário do Google clicando  em "Inscreva-se Aqui" (veja o link abaixo, em destaque). Para os alunos da USP, acostumados a matrícula via Sistema Júpiter WEB, é importante esclarecer que as matrículas feitas no Júpiter serão ignoradas. Além disso, seu nome só aparecerá no Júpiter em agosto, após o término do curso. Essa inclusão será feita pela própria seção de alunos do IB-USP. 

Essa diferença se deve ao fato do curso ser condensado, ocorrendo antes do período normal de aulas e, além disso, termos ao redor de 150 inscritos para 30 vagas, de forma que é necessária seleção. As vagas são divididas em cotas para alunos de bacharelado e licenciatura da USP em geral e alunos de extensão externos a USP.  Alguns dos principais critérios de seleção são (1) ter cursado a disciplina introdutória BIB-0443, (2) ser monitor ou estagiário de monitoria com certificado do Projeto Ecossistemas Costeiros (atuante) ou ser educador ambiental em unidades de conservação. As informações solicitadas no formulário servirão como critério de seleção.

Inscreva-se: Curso cancelado este semestre

Resultado da seleção: os resultados da seleção serão divulgados nesta página até . Há 30 vagas no total.

O curso aborda aspectos conceituais e aplicados, destinados a otimizar a utilização da caminhada em trilha como instrumento educacional, com especial ênfase em sua aplicação transdisciplinar no ensino básico avançado e no ensino médio:

(1) Noções conceituais básicas sobre educação ambiental, sua inserção na legislação, seu gerenciamento em nível federal e sua aplicação em unidades de conservação, com ênfase na atividade caminhada em trilha e montanhismo e suas variantes. Comparação dos diferentes enfoques dentro dos quais a educação ambiental (EA) e mais especificamente, a caminhada, são abordados em unidades de conservação do Brasil (SNUC), Argentina e Chile, discutindo pontos consensuais e de conflito entre ecoturismo e educação. Importância da inserção das comunidades locais na atividade e exemplos de como isso é feito em diferentes regiões do Brasil e países.

(2) Criação e manutenção protocolos de EA em trilhas aplicados a alunos de ensino fundamental (9a. série) e médio, incluindo conceitos e técnicas relacionados ao planejamento do modelo educacional, a abertura, ao mapeamento, a conservação e minimização de impacto, a recuperação e a avaliação do impacto da visitação e da pesquisa. Noções básicas sobre o ecossistema e a vegetação da trilha a ser visitada durante o curso, procurando relacionar esses conhecimentos a sua aplicação em EA e a conservação.

(3) Noções essenciais para realização dessas atividades de forma segura, saudável, ecológica e conceitualmente correta, incluindo conhecimentos básicos sobre equipamento, orientação,  condicionamento, preparação física, nutrição antes/durante/após a atividade, técnicas verticais, primeiros socorros, acidentes e meteorologia. Relação entre essa atividade e o aperfeiçoamento individual, dentro de uma conceituação holística, multidisciplinar, transformadora e continuada de educação ambiental.

(4) Atuação do monitor e guia em modelos de Educação Ambiental em Trilhas.

(5) Métodos de pesquisa sobre avaliação de modelos educacionais em trilha (monitores, professores e visitantes) e sobre avaliação de impacto das atividades sobre o ecossistema.

O curso dá direito, complementarmente, a certificação inicial para a prática de monitoria no CienTec.

Valor: não há, mesmo para alunos de extensão. Alunos de extensão devem arcar com despesas de alojamento e alimentação, caso não sejam de São Paulo, sendo alternativamente possível acampar no local do curso.

Material que será necessário - os alunos selecionados deverão levar obrigatoriamente para a parte prática de caminhada uma mochila, isolante térmico, saco de dormir para temperatura de conforto ao redor de 4 graus, calçado adequado para trilha, agasalho para muito frio - até 4 graus - capa de chuva, lanterna com pilhas e um reforço ao lanche que será fornecido (barras de cereal) e cantil.

Exercício prático em trilha - Sugere-se um treinamento físico prévio durante os meses que antecedem ao curso.

Cronograma (que poderá sofrer pequenas alterações):