A preocupação com a Educação Ambiental (EA), em escala global, nacional e regional, cresceu muito após a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada em 1992 (Peixoto e Morim, 2003). A EA é uma das atividades fim em várias categorias de unidades de conservação (UC). Dentro desse contexto, as atividades relacionadas a trilhas são um instrumento educacional valioso e diferenciado de educação ambiental, de caráter holístico, gerando ganhos emotivos, cognitivos e de habilidades que levam a mudanças positivas de valores, princípios e atitudes. Pela necessidade instintiva do ser humano de relacionamento com a natureza, apresenta um apelo emotivo para acentuado pelo caráter lúdico e simbólico ligado, por exemplo, a exploração do desconhecido ou a superação de desafios (Costa, 2000, Aymone, 2008). Permite uma educação de caráter multidisciplinar, envolvendo inúmeras disciplinas e o desenvolvimento tanto de temas conceituais como aplicados, bem como o aperfeiçoamento ético.

O Projeto Ecossistemas Costeiros desenvolve, desde 1999, atividades ligadas a criação, aplicação e avaliação, através de projetos de pesquisa, de modelos e materiais de educação ambiental voltados para a utilização de trilhas como instrumento de educação para diferentes níveis de escolaridade e públicos. Este setor do site apresenta nossas diferentes linhas de ação e como se integrar a elas.