Formação continuada de monitores           

O treinamento é dado pelo CienTec da Universidade de São Paulo, com direito a certificado e carteira, referente ao nível atingido. Se refere a um modelo de atividade específico, sendo necessários novos treinamentos para atuação em novos modelos. No momento, a Trilha das Mudanças Climáticas Globais é o único modelo já estruturado e onde estão sendo feitas liberações, em duas linhas de treinamento, a primeira referente a liberação para atividade de monitoria (estagiário, monitor básico, coordenador de monitoria, instrutor) e a segunda para intervenção em escolas públicas de ensino fundamental e médio e treinamento de professores (monitor coordenador, instrutor).

O treinamento é ministrado  de diferentes formas, todas gratuítas (mediante solicitação para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ):

  • Cursos condensados fechados ministrados a equipes de unidades de conservação nestes casos ministrados na própria unidade;
  • Curso de condensado de bacharelado da USP (BIB-0443: Prática de EA nos Ecossistemas Marinhos - março/abril) voltado para alunos USP em geral, com vagas para alunos externos;
  • Cursos específicos condensados, abertos a quaisquer interessados, mediante solicitação;  
  • Preparação individual, independentemente de grupos em datas agendadas, atuando como monitor voluntário do CienTec/USP ou IB/USP.

Os níveis de formação e respectivas permissões, requisitos e etapas de formação são descritos abaixo.

Níveis de treinamento para monitor na Trilha das Mudanças Climáticas Globais

Nível 1: Carteira de "Monitor Ambiental Básico"

Designação: "Monitor"

Permissões: atuação como monitor em ambientes naturais para alunos de ensino Fundamental II ou Médio, aplicando modelos de atividade nos quais está habilitado.

Etapas:

(a) Protocolo de monitoria: estudo presencial ou através de recursos de educação a distância.
(b) Conhecimentos gerais: estudo presencial ou através de recursos de educação a distância.
(b) Acompanhamento da atividade:  presencial em campo ou a distância através vídeo.
(c) Exame escrito: presencial.
(d) Monitoria acompanhada: apresentação da atividade até a liberação para atuação como "Estagiário em Monitoria" (mínimo de 1 apresentação).
(e) Acúmulo de horas como estagiário (mínimo de 10h), averbadas em banco de dados.
(f) Exame prático
(g) Manutenção: mínimo de 1 hora a cada 3 meses.

Nível 2: Carteira de "Coordenador de Monitoria Ambiental"

Designação: "Coordenador"

Permissões: atuação na coordenação logística e conceitual de atividades de monitoria, em modelos específicos. Adaptação do modelo para atuação em novas localidades.

Etapas:

(a) Protocolo operacional de coordenação: estudo presencial ou através de recursos de educação a distância.
(b) Regulamentos: estudo presencial ou através de recursos de educação a distância.
(c) Exame escrito: presencial.
(d) Atuação acompanhada: coordenação de atividade até a liberação prática, que não requer exame (mínimo de 2 atuações, em locais distintos).
(e) Avaliação de resultados: avaliação de resultados finais por examinador, baseado no cumprimento dos protocolos de atividade e na aplicação correta dos protocolos de monitoria.
(e) Prática: mínimo de 1 atividade a cada 6 meses.

Nível 3: Carteira de "Instrutor de Monitoria Ambiental"

Designação: "Instrutor"

Permissões: atuação como instrutor nos modelos em que estiver liberado como coordenador. Desenvolvimento de cursos independentes de formação de monitores.

Etapas:

(a) em definição.

 Nível 4: Carteira de "Examinador de Monitor Ambiental"

 Designação: "Examinador"

 Permissões: atuação como examinador nos exames práticos. Atuação na formação de Instrutores de Monitoria.

 Etapas:

 (a) em definição.

 

Níveis de treinamento para intervenção educativas em escolas e preparação de professores para TMCG

Nível 1: Carteira de "Tutor IE"

Designação: "Tutor"

Permissões: atuação como Tutor na formação e reciclagem de professores em escolas

Etapas: 

(a) Liberação na liberação para apresentação das aulas básicas de conteúdos e conceitos a serem apresentados aos professores, compreendendo:

  • Aula 1: Estrutura operacional pré-atividade, visita e pós-atividade.
  • Aula 2: Princípios de educação ambiental crítica
  • Aula 3: Aprendizagem fenomenológica, transdisciplinaridade, contextualização
  • Aula 4: Causas e efeitos das MCG e sua articulação com o ensino de ciências
  • Aula 5: Processos de fotossíntese, respiração e a origem dos combustíveis fósseis
  • Aula 6: Características do Ecossistema de Floresta Ombrófila Densa

 

Nível 2: Carteira de "Coordenação de Intervenções Educativas"

 Designação: "Coordenador IE"

 Permissões: atuação como coordenador de IE. Auxiliar na formação de novos tutores.

 (a) em definição.

 

Nível 3: Carteira de "Instrutor de IE"

 Designação: "Coordenador IE"

 Permissões: atuação como instrutor e examinador de novos tutores de IE

 Etapas:

 (a) em definição.