CONVÊNIOS E PROJETOS INTERNACIONAIS

Os convênios visam à formalização da cooperação acadêmica/tecnológica com outras instituições e em nosso caso (IB- USP) isentando principalmente nossos estudantes de taxas acadêmicas que via de regra, são cobradas pelas universidades parceiras que em sua grande maioria são de origem privada.
Existem várias modalidades de formalização entre as IES (Instituição de Ensino Superior) para intercâmbio, na USP utilizamos os chamados:
Protocolos de intenções não geram obrigações, diferentemente dos demais tipos de documentos. Assim, os protocolos de intenções devem ser utilizados nas situações em que os parceiros querem apenas registrar oficialmente suas intenções, anunciando de modo público seu intento de futuramente estabelecer uma cooperação. A vigência do protocolo de intenções é de no máximo dois anos.
Se houver a menção das formas de cooperação com a Universidade estrangeira, no intuito de defini-las em documentos específicos futuramente, poderá ser utilizado o Acordo de Cooperação, que tem vigência de cinco anos.
Se a forma de cooperação estiver bem definida entre as partes interessadas, a USP adota o modelo do Convênio Acadêmico Internacional, cujo objetivo pode ser o desenvolvimento de pesquisa conjunta e/ou intercâmbio de docentes/pesquisadores, estudantes (graduandos e pós-graduandos) e membros da equipe técnico-administrativa.
Através do sistema Mundus (USP) é possível obter vários modelos de convênios, acordos e protocolos em diversos idiomas, para facilitar a uniformização das informações entre USP e universidades parceiras