Arco zigomático.São ossos da face que envolve a maxila, o temporal, o frontal e o esfenoide.

Australopithecus. Composto por cinco espécies, esse gênero tornou- se muito importante no estudo da evolução humana, uma vez que se acredita que tenha sido uma destas espécies que ao evoluir tenha dado origem ao gênero Homo, ao qual a nossa espécie homo sapiens pertence. As espécies de australopithecus são: Australopithecus anamensis; Australopithecus afarensis; Australopithecus garhi; Australopithecus africanus e Australopithecus sediba. Todas as espécies viveram durante o Plio-Pleistoceno.

Australopitecíneos. Esta é uma categoria utilizada para agrupar espécies de três gêneros distintos de hominínios que viveram durante o Plio-Pleistoceno: Australopithecus, Paranthropus e Kenyanthropus.

Forame magnum. Abertura do osso occipital no centro da fossa posterior do neurocrânio. Liga o crânio ao canal vertebral.

Forragear. Comportamento ecológico, que consiste na exploração de um ambiente em busca de recursos alimentares com valores nutricionais favoráveis. Esse termo pode ser utilizado como sinônimo para se referir à caça- coleta.

 Falanges. Ossos pequenos presentes nas mãos e nos pés, fazendo parte das articulações. São classificadas em: distais e mediais.