RSS

Australopithecus anamensis

O Au. anamensis apresenta uma combinação de traços encontrados em humanos e símios. A parte inferior da tíbia revela uma orientação da articulação do tornozelo semelhante à humana, indicando um andar bípede. Porém os longos antebraços permitem inferir que esses indivíduos também escalavam árvores com facilidade, da mesma forma que os monos.

Australopithecus anamensis (KNM-KP 29 281)

É uma mandíbula relativamente pequena e estreita, parecendo primitiva em comparação com a dos australopitecos que surgiram posteriormente. Foi encontrada em Kanapoi, Quênia, em 1994 por Peter Nzube e datado em 4,1 milhões de anos. Apresenta diversas similaridades com as mandíbulas dos monos do Mioceno (23.03 Ma – 5.33 Ma). Trata-se de um indivíduo adulto que contém todos os dentes, porém sem os ramos ascendentes. Os caninos possuem longas e robustas raízes e grossa camada de esmalte nos molares, o que sugere uma dieta de difícil mastigação.

Australopithecus anamensis (KNM-KP 29 281)
Australopithecus ana...
Detail Download
Australopithecus anamensis (KNM-KP 29 281)
Australopithecus ana...
Detail Download
 
 
Powered by Phoca Gallery