RSS

Sahelanthropus tchadensis

O Sahelanthropus tchadensis é considerado o hominínio mais antigo até agora encontrado. Ele viveu entre 7 e 6 milhões de anos na África Ocidental e Central (Chade). O cérebro do S. tchadensis é menor do que o de um chimpanzé, a face é prognata e os arcos ciliares são proeminentes. Todavia, apesar dessas características simiescas ele apresenta outras humanas, como caninos reduzidos e a posição do forâmen magnum indicando que a coluna vertebral ficava localizada na parte de baixo do crânio e não na parte de trás, à exemplo do que se verifica nos monos quadrúpedes. A bipedia auxiliou o Sahelanthropus tchadensis a sobreviver em diversos habitats, incluindo florestas e locais com vegetação aberta.

Toumai
Encontrado fragmentado, este pequeno crânio, com capacidade entre 360 e 370 cm3, apresenta um pronunciado tórus supraorbital, prognatismo facial e os dentes caninos e incisivos superiores.

Sahelanthropus tchandensis
Sahelanthropus tchan...
Detail Download
Sahelanthropus tchandensis
Sahelanthropus tchan...
Detail Download
 
 
Powered by Phoca Gallery